Nara

Apesar de hoje passar relativamente despercebida, a cidade de Nara é um dos principais berços da história do Japão e foi, em tempos, a capital do país. A sua proximidade com Quioto e Osaka levam a que seja extremamente fácil chegar ao seu centro histórico, mesmo através de transportes públicos, numa visita que nos leva a viajar pela história do Japão, numa cidade que possui 8 Patrimónios Mundiais da Unesco.

Continue reading “Nara”

Rituais dos templos e santuários japoneses

Em cada viagem acabamos sempre por, em momentos mais ou menos frequentes, sentir a diversidade cultural do local por onde passamos. O Japão não é excepção a isso, sendo que também a própria barreira linguística não facilita o entendimento prévio de vários rituais e comportamentos que se vêem com pouco por todo o lado, especialmente nos templos e nos santuários. Para entrarmos na verdadeira vivência (também espiritual) que o Japão tem para no oferecer, pensámos em descrever um pouco os diversos rituais que existem e são realizados nestes locais de culto do Japão, de forma facilitar a integração de quem planeia sentir o país do Sol Nascente.

Continue reading “Rituais dos templos e santuários japoneses”

Tóquio

Tóquio é a capital e maior metrópole do Japão. Ao contrário do que se pensa, não é apenas uma cidade, mas sim uma das 47 províncias deste país, que abrange no seu interior vários distritos (ou bairros) e municípios. Entre os seus 35 milhões de habitantes, consegue contrastar a tecnologia de ponta e o modernismo arquitectónico, com as tradições ancestrais e templos isolados. Posto isto, estão a ver a imensidão de coisas para ver, com um planeamento que tem de ser muito bem pensado por cada pessoa que visita esta metrópole, de forma a ir ao encontro das expectativas de cada um. E acreditem, Tóquio vai bem ao encontro de todas essas expectativas, tendo-nos transportado como que para outra dimensão ao longo de dois (curtos!) dias, neste que seria o nosso primeiro contacto com este país.

Continue reading “Tóquio”

Roteiro de 2 dias em Singapura

Singapura é um país “jovem”, com pouco mais de meio século, não impedindo ainda assim de o tornar um dos mais ricos e organizados do mundo. Foi mesmo esta organização e desenvolvimento que nos cativou inicialmente. A constância do verde de vários tipos de vegetação em quase todos os edifícios, num país onde a preocupação ambiental também se destaca, ajudaram-nos a desenvolver a nossa impressão deste país. As regras sociais são várias e rígidas, com restrições que vão desde não se poder fumar em locais públicos, não comer em transportes públicos ou não comer pastilha elástica em público, tudo elas baseadas no respeito pelo “outro”, que se conseguia realmente sentir um pouco por todo o lado. Passámos aqui apenas dois dias (num país que até merecia mais), mas onde sentimos claramente que será para regressar em breve.

Continue reading “Roteiro de 2 dias em Singapura”

Oslo

A expectativa não era muita, mas o que é certo é que a capital noruega nos deixou boquiabertos. Apesar de se apresentar uma cidade moderna e movimentada, Oslo nunca perdeu a ligação com a natureza circundante, merecendo inclusivé já em 2019, o título de Capital Verde da Europa. Ao chegarmos lá, vemos que este título não foi dado por acaso… Os espaços verdes são uma constante e bem cuidados, constatando-se uma clara preocupação global no que toca à redução da poluição. Também a sua cultura é riquíssima, variando desde edifícios históricos a outros mais modernos e imperdíveis, como a Ópera de Oslo, fazendo desta (mais) uma cidade onde sentimos que tanto ficou por ver e absorver.

Continue reading “Oslo”